Autoatendimento em Hotéis: use essa técnica poderosa!

Quem tem tempo de ficar esperando?

Filas, atendimentos demorados, burocracias… Nem clientes, nem colaboradores, nem mesmo a empresa, ninguém tem nada a ganhar com a morosidade.

Por isso, uma das grandes tendências do mercado vem de uma filosofia antiga e muito útil para quem tem pressa e exigência: make yourself. Ou “faça você mesmo”.

Estamos vivendo no futuro, onde o autoatendimento é uma realidade em ampla escala. Supermercados disponibilizam self check-outs, chatbots resolvem problemas sem a ajuda de atendentes, restaurantes são automatizados.

Nos hotéis não poderia diferente: o autoatendimento aparece em diversas situações. E se você é um empresário que não quer ficar parado no tempo deveria investir nessas técnicas e suas tecnologias.

Neste artigo, vamos mapear algumas situações em que hóspede e hotel podem ser beneficiados com o autoatendimento.

Continue lendo e conheça algumas ações dessa estratégia.

Nas reservas

Estimular os hóspedes a fazerem eles mesmos as suas reservas é ganhar tempo e dinheiro.

Basta contar com a ajuda da internet: um site objetivo, com um campo específico para reservas e um formulário direto para que o possível hóspede não desista no caminho.

Também é preciso levar em consideração que, desde 2015, o maior acesso à internet é pelo aparelho celular, por isso é importante que o hotel tenha um app de reservas para dispositivos móveis.

Outra opção é investir nas OTAs (online travel agencies), oferecendo promoções atrativas.

Um estudo realizado pela UFMG em 2017 apontou que os consumidores comparam ao menos três preços diferentes antes de fecharem suas reservas, e essa pesquisa é feita através da internet, por isso é interessante estar bem posicionado dentro dessas ferramentas, mesmo que para isso seja preciso desembolsar uma comissão.

Nelas, os hóspedes pesquisam e já fazem a reserva, não sem antes passar pelo site e redes sociais do hotel.

Chatbot para tirar dúvidas

Outra ferramenta importante que faz parte desse processo de autoatendimento são os chatbots.

Pense em quem está navegando pelo site do hotel ou de alguma agência de reservas online e se interessa pela hospedagem.

De repente, ela precisa de um informação específica, que falta nesses canais.

Se essa pessoa precisa procurar um colaborador, o processo de autoatendimento vai por água abaixo.

Para isso, um chatbot consegue tirar qualquer dúvida, a qualquer momento, de qualquer lugar.

É prático, não exige a colaboração de nenhum atendente e o possível hóspede terá sua dúvida sanado no mesmo instante.

Self check-ins

Quando o hóspede chega ao hotel, geralmente está cansado. Ele pode ter viajado horas, aeroporto, taxi, até chegar no hotel. Neste momento, ele só quer se acomodar logo no quarto.

O processo tradicional de check-in, no entanto, é bastante demorado e burocrático, indo contra toda a tendência de mercado atual, que exige agilidade para responder a rapidez das novas gerações. Seu hotel precisa estar preparado para a geração millennials.

Por isso, mesmo que tenha feito a reserva online, fazer o check-in pode ser um tanto demorado.

Há uma solução de autoatendimento para esses casos: o self check-in.

Ele é parecido com um toten de autoatendimento dos cinemas, onde você consulta sua reserva, define algumas especificações e finaliza seu cadastro.

Em seguida, ele emite um cartão chave, utilizado para dar acesso ao se quarto.

Simples e sem a necessidade da ajuda de nenhum colaborador e nem esperas infinitas, ele ainda integra os dados dos hóspedes com o sistema de gestão do hotel para que, no futuro, viabilize um atendimento personalizado, outra tendência de mercado.

Ou seja, na próxima hospedagem, quando ele chegar, vai ser possível reconhecer seu hábitos, qual seu quarto preferido, as bebidas que mais consome, entre outras informações que vão deixar com que ele se sinta especial diante do atendimento.

Toten informativo

Outra ideia interessante e que dispensa a ajuda de colaboradores são os totens informativos, que funcionam nos mesmos terminais de autoatendimento dos check-ins.

Neles, os hóspedes podem consultar informações da cidade em que estão hospedados, pontos turísticos, dicas de restaurantes e qualquer tipo de informação que achar pertinente.

É possível, inclusive, que os hotéis façam parcerias com estabelecimentos de gastronomia, entretenimento, transporte, entre outros.

Ele funciona oferecendo informações não somente para os hóspedes. Logados em seus cadastros, eles podem solicitar aos colaboradores serviços como reposição de bebidas ou limpeza do quarto.

Experiência 100% digital

Entendeu porque o autoatendimento é uma técnica poderosa?

Além de deixar os hóspedes satisfeitos com tanta tecnologia, você ainda libera sua equipe para trabalhos menos burocráticos e colabora com a sustentabilidade do seu hotel.

Ficou interessado em dar mais autonomia aos seus hóspedes? Procure-nos e saiba muito mais detalhes sobre essa tendência.

Seu consumidor está preparado para a geração millennials

2018-07-24T11:31:05+00:00 Gestão, Hostel, Hotelaria, Tecnologia|

Deixe um comentário

X

Falta pouco! Complete seu cadastro. A equipe Bitz logo entrará em contato!